10 alimentos benéficos para as mulheres

Selecionamos os 10 alimentos que devem ser consumidos diariamente para deixá-la mais saudável, poderosa e magra.

cardapio-balanceado-reeducacao-alimentar-10356

Você adora comer, mas também gosta de se sentir bem com isso? Para quem acha impossível ter as duas coisas, nós provamos que dá, sim, se escolher os alimentos certos para a sua dieta. “O aumento no consumo de frutas e vegetais e a diminuição da ingestão de gorduras pode melhorar bastante a vida da mulher”, promete Celso Cukier, nutrólogo do Hospital Israelita Albert Einstein (SP).

Por outro lado, o consumo em excesso de alguns alimentos pode estar relacionado ao desenvolvimento de diversos males, como problemas no coração, câncer de mama e depressão. Conheça os benefícios de cada um dos dez ingredientes “mágicos” e comece a consumi-los a partir de agora!

1. Soja – contra o câncer de mama

O grão é rico em isoflavona, composto inibidor da ação de enzimas ligadas ao desenvolvimento desse tipo de câncer. Os cientistas começaram a desconfiar do benefício ao perceber os baixos índices da doença em países que consomem o grão em grande escala, como China e Japão. Várias pesquisas vêm sendo realizadas desde então. A mais recente, conduzida pela Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos, demonstrou que o risco de morte e reincidência do câncer de mama diminui em 30% com o consumo de soja. “Além disso, o nutriente auxilia na contenção dos sintomas da menopausa”, completa Nathalia Caldeira, nutricionista da Companhia de Nutrição (SP).
Quanto você precisa: uma porção de 30 gramas (uma colher da de sopa) por dia.

2. Banana – para diminuir a ansiedade

“A vitamina B6 contida na fruta participa do metabolismo de neurotransmissores que trazem sensação de bem-estar,” explica Érika Yuri, nutricionista do Hospital Sírio-Libanês (SP). Além disso, banana contém triptofano, um tipo de proteína que o corpo converte em serotonina. O Food and Drug Association (FDAFDAFDA), órgão norte-americano responsável pela regulamentação de alimentos e remédios, recentemente autorizou a indústria produtora de banana a declarar oficialmente que a fruta reduz os riscos de problemas com pressão alta.
Quanto você precisa: uma banana por dia.

3. Fígado – para a fertilidade

O ácido fólico presente na carne promove a renovação celular e ajuda desde a fecundação até o fim da gestação. Além disso, ele auxilia na formação do sistema nervoso do feto e reduz o risco de aborto nos três primeiros meses. Um estudo feito em Harvard mostrou ainda que o consumo diário do nutriente diminui em 40% o risco de ter dificuldades para produzir óvulos — a segunda causa mais frequente de infertilidade feminina. Soja, vegetais verde-escuros e levedo de cerveja também são ricos em ácido fólico.
Quanto você precisa: um bife de fígado de três a quatro vezes por semana, assim que você começar a tentar engravidar e até o terceiro mês de gestação. Se você não gosta de fígado, intensifique o consumo de brócolis ou espinafre.

4. Castanha-do-pará – para uma pele de pêssego

A oleaginosa contém um micronutriente chamado selênio, que possui ação antioxidante ao combater os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento. O nutriente também ajuda a proteger a pele dos danos do sol e posterga os efeitos do tempo, melhorando o aspecto e a elasticidade. Pesquisadores australianos e holandeses descobriram que altas concentrações de selênio no sangue reduzem em 60% o risco de ter dois tipos de câncer de pele: carcinoma de célula basal e de célula escamosa, os tipos mais comuns e que mais crescem em todo o mundo.
Quanto você precisa: por ser calórica, fique de olho na quantidade. Uma ou duas unidades por dia já são suficientes.

5. Brócoli –  para cabelos cheios de vida

O zinco presente no legume é um micronutriente essencial para a reprodução celular, até mesmo das células capilares. “A perda de fios de cabelo em excesso pode ser por falta desse nutriente”, conta Fernanda Alves, nutricionista do Hospital Samaritano (SP). Cozinhe o brócoli no vapor, pois o calor excessivo faz que ele perca suas propriedades mais importantes. Uma pesquisa feita com animais, da Universidade do Maine, nos Estados Unidos, demonstrou que os que tinham deficiência desse nutriente possuíam os pelos danificados e se tornavam grisalhos antes do tempo. Estudos com seres humanos já vêm mostrando que isso também acontece com a gente.
Quanto você precisa: uma xícara (chá) diariamente.

6. Melancia – para eliminar os furinhos

Assim como o abacaxi, esta fruta tem alto poder diurético, que ajuda a mandar as toxinas para o espaço! “A celulite tem várias causas, como falta de exercícios, hormônios desregulados ou hereditariedade. Mas dá para ajudar no combate com a alimentação”, jura Nathalia Caldeira. A melancia também é riquíssima em água e vitaminas, outros mocinhos no combate à celulite. Não esqueça também de diminuir o consumo de sal, que provoca retenção hídrica e piora o aspecto dos furinhos indesejados. Cafeína, álcool e nicotina também são venenos para a pele.
Quanto você precisa: coma uma fatia diariamente.

7. Atum – contra a flacidez

O consumo de proteínas magras estimula a produção de colágeno, que é responsável por formar as fibras que dão sustentação à pele. Nosso organismo a produz naturalmente, mas, depois dos 30 anos, o corpo sofre uma perda anual. Com a menopausa e a queda brusca dos níveis de estrogênio, a produção de colágeno cai para 35% do necessário e é aí que aflacidez vem com tudo.
Quanto você precisa: coma um filé do peixe duas vezes por semana.

8. Amora – para unhas quebradiças

O silício presente na frutinha age na formação da pele, membranas, unhas e cabelos. Geralmente esquecido, este nutriente é necessário para o bom funcionamento de uma importante enzima, chamada prolil-hidroxilase. Este nominho estranho ajuda na formação do colágeno e na revitalização das unhas. Estudos mostram que as melhoras já são percebidas após 90 dias do aumento no consumo de silício.
Quanto você precisa: uma xícara (chá) todos os dias.

9. lentilha para acabar com a TPM

Aqueles sintomas nada agradáveis que acompanham esse período do mês estão relacionados com a baixa de cálcio e vitamina B6 no organismo. A lentilha, bem como carnes, grãos integrais e levedo de cerveja, é fonte de vitamina B6.Quem toma pílula anticoncepcional precisa ter cuidado extra. Pesquisa da Universidade de Tufts, nos Estados Unidos, descobriu que mulheres que fazem uso dela por um período longo têm maior deficiência de vitamina B6no organismo.Quanto você precisa: duas colheres (sopa) durante o período.

10. Leite – para dormir bem

Não é apenas mito. Aquele leitinho morno, antes de dormir, realmente ajuda a relaxar e a pegar no sono. O aminoácido triptofano, presente no leite, aumenta no cérebro a quantidade de serotonina, neurotransmissor importante para o relaxamento. Um estudo publicado no periódico científico American Journal of Clinical Nutrition só atestou o que nossas avós já sabiam: o leite não apenas diz ao seu cérebro para ele dormir, como também faz que você acorde no outro dia mais disposta. “Qualquer líquido morno ou quente dá a sensação de plenitude no estômago, o que ajuda a relaxar”, acrescenta a nutricionista Érika Yuri.
Quanto você precisa: um copo de leite morno antes de dormir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s