PREVENÇÃO: Estresse sentido na pele

 

cortisol-estresse-pele

Os dados são alarmantes: um em cada três brasileiros sofre com sintomas de estresse. Os motivos já são conhecidos: excesso de trabalho, falta de cuidado com a saúde, ritmo de vida acelerado das cidades, celulares conectados 24 horas por dia, trânsito, poluição. Porém, nem sempre nos lembramos que, além de problemas graves de saúde, como hipertensão e ansiedade, o estresse também pode interferir na aparência e na beleza.

 

Primeiro, porque trabalhar demais, dormir pouco e não fazer atividades físicas deixam a pessoa com aparência de cansada. Segundo, porque o estresse afeta a imunidade e, com isso, diversas doenças de pele podem aparecer. Entre elas, as dermatites, o vitiligo e a psoríase (doença inflamatória da pele). “Não se sabe ao certo o mecanismo desencadeado, porém muitos casos estão associados a alterações na imunidade. No caso do vitiligo, as células de defesa acabam atacando as células que produzem a pigmentação consequentemente. Então, áreas despigmentadas surgem com mais assiduidade e caracteriza na doença”, explica a dermatologista.

Outro problema que deixa as mulheres muito preocupadas é a aparência da pele mais envelhecida. A prevenção para esse caso não foge à regra comum: é um cuidado de modo geral, desde a alimentação equilibrada a uso de cremes nutritivos estimulantes do colágeno e diminuição do nervosismo. “O estresse aumenta o processo de oxidação do organismo e isso pode lesar a pele e culminar na morte precoce das células da epiderme. A utilização de alimentos antioxidantes, principalmente os que contêm vitamina C, é uma boa opção aliada no combate ao problema. Quando há a diminuição do estresse, automaticamente haverá a redução do acúmulo dos agentes oxidantes”, comenta Miriam.

Para tratar o problema do envelhecimento da pele, os procedimentos mais adequados são os preenchimentos faciais. Além disso, é preciso combater, também, as causas do estresse.

Fique de olho!

–          Reconheça as causas do seu estresse e procure lidar da melhor maneira com elas, se não for possível evitá-las por completo;

–          Procure ser o mais organizado possível para tornar seu dia mais produtivo e menos estressante;

–          Tente fazer apenas uma atividade por vez. Ficar concentrado em apenas uma tarefa pode gerar menos ansiedade e aumenta a produtividade;

–          Faça atividades físicas regulares. Escolha um tipo de exercício com o qual você tenha afinidade, para que ele seja prazeroso;

Por mais difícil que seja, tente colocar na agenda algumas atividades diretamente ligadas ao seu bem estar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s